"Até que a morte nos separe."
Home· Facebook· Instagram· · · ·
Futura Esposa
Ultimamente qualquer tempestade me faz mais forte. Por isso nem pense em vir.
Jenifer Bertolot
1 year ago 0 notes · reblog
Quando palavras fogem

Sentir não é o mesmo que falar, talvez escrever, mas cara a cara, frente a frente, nunca fui boa. Na hora você pergunta á você mesmo, aonde as palavras foram? Será que estou falando a coisa certa? Estou sendo infantil?

Talvez eu tenha todos os motivos para estar certa, mas ainda eu estou na dúvida. Meu coração dói, minhas pernas tremem, meu corpo quente, minhas mãos geladas e as lágrimas não param de cair. Nesse momento, só consigo estar triste, confusa e as palavras não saem. Entre meus soluços elas vão sumindo aos poucos. Por sim, vou morrendo sem perceber, de pouco a pouco. Quando tento perceber, não me conheço mais.

1 year ago 0 notes · reblog
Corpo quente e tremendo, mãos geladas, coração doendo. O que é isso? Ainda não consegui achar ninguém que me explicasse.
— Jenifer Bertolot
Mesmo assim sozinha

Em um dia de feriado, ou final de semana qualquer. Você em casa, seus pais estão lá, mas não parece que estão.  Seu namorado, foi jogar bola com os amigos. Sua amiga, você não faz a mínima ideia de onde esteja, afinal, já faz anos que você não sabe o que é sair com ela. Você fica olhando para o lado e para o outro, para cima e para baixo e começa a se sentir sozinha.  Começa a pensar em soluções para sair dessa coisa que muitos chamam de tédio, mas para você é mais do que isso. Resolve passear com seu cachorro, vai que encontra algum amigo. Já estou aqui do lado de fora de casa e me recordei que não tenho amigos. Tem algumas pessoas na rua, muitas pessoas encontro passando por mim, e com nenhuma, troco nem um “oi”. Será que isso é está sozinha? 

1 year ago 0 notes · reblog
Palavras que foram ditas

Talvez você não saiba, mas existem coisas que deveriam não ser ditas. Certas coisas, de uma certa forma, dão um calafrio, enguem os olhos e dão vontade de sumir. Na verdade, ninguém gosta de escuta criticas sobre a própria pessoa, ainda mais quando é vinda de pessoas que amamos. Muitas das vezes tudo que fazemos é para agradar não só a nós mesmos, mas como também a pessoa que amamos. É como atirar no próprio pé, você se sente culpado e fica procurando aonde errou. Dizer que está feio, ou quase isso, é como se sumisse, morresse, não só você, a alto estima, a vida.

Não sei se você já percebeu, mas de carinho eu só tenho o seu, de amigo só tenho você. Então não me ache chata quando te pedir carinho, ou para ficar. Você é a minha única paz.
— Jenifer Bertolot
Eu quero ser alguém

Não vou dizer que sonho em ser alguém desde criança. Comecei a sonhar de uns tempos para cá. Comecei a sonhar com uma faculdade. Um trabalho que me faça ganhar bastante, que tenha valido todo o meu suor. Uma casa bonita, com tudo que não tenho hoje na minha. Casar com um vestido branco e depois jogar meu buquê. E sim, já tenho um alguém para me casar. E no final de semana sair para viajar. E ser feliz acima de tudo, sem ninguém para ao contrário. Será que quero demais?

Angustia de te esperar

Deitada no meu quarto, escutando cada gota da chuva cair. Lendo textos, frases para me fazer sentir melhor. Escutando músicas que talvez nem vejam sobre clima de espera, mas músicas que escuto no meu dia-a-dia. Pensando para escreve textos que façam passar o tempo. Esperando uma ligação dizendo – “Eu cheguei”.

Sei onde você esta, só não sei o que fazer para poder te encontra. Mas é sempre assim, já estou me acostumando. Peço-lhe para não demorar, pois quero terminar o dia conversando com você. Você nunca vem.  E toda segunda feira é assim, você me diz que vai e meu coração parece que vai junto. E ele só volta quando você também vem. Eu imaginando que você esta se divertindo com seus amigos, e eu contando cada minuto para poder falar com você.

Será que eu sou impaciente ou chata demais? Ou talvez devo me divertir mais com minhas amigas também? Bem lembrado, eu não tenho amigas para me divertir. O que me resta é ficar aqui, deitada, toda segunda. Angustiada de saudade. Angustiada de espera. E a cada minuto essa angustia aumenta mais.

Eu não me contento com pouco (Não mais). Eu tenho muito dentro de mim e não estou a fim de dar sem receber nada em troca.
Tati Bernardi.  (via futura-esposa)
FUTURASUICIDA ©